Olá!

Se você chegou até aqui é porque nossa chamada despertou sua curiosidade. Seja bem-vinda, bem-vinde ou bem-vindo.

Agora antes de prosseguir que tal saber sobre ser bolsista de Iniciação Científica? Escolhemos o vídeo Como funciona INICIAÇÃO CIENTÍFICA + Como escolher ORIENTADOR? e imaginamos que você irá gostar. Vamos lá, entra no endereço abaixo e aproveita.


https://www.youtube.com/watch?v=2j33N2u3NAA

 

Cópia de SEJA BOLSISTA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (IC) (1).png

Como você viu no vídeo ser bolsista de IC é mais uma das possibilidades oferecidas na graduação. Existem outras como ser bolsista de Extensão universitária ou ser bolsista de Monitoria. Se você ficou interessado(a) em apresentar sua candidatura para ser bolsista de IC que tal saber sobre nosso projeto antes de realizar sua inscrição?

Título do Projeto: O/A Professor(a) de Arte no Triângulo Crajubar 3.0

Objetivo do Projeto: Mapear a formação das(os) professoras(es) de Arte do Triângulo Crajubar que exercem a
docência no Ensino Fundamental II e Ensino Médio das redes de ensino municipais e estadual.

Tipo de Bolsa: Iniciação Científica

Agência da Bolsa: Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - FUNCAP

Valor da Bolsa: R$ 400,00 (Quatrocentos Reais)

Número de Bolsas disponíveis: 02 (duas)

Duração da Bolsa: 12 meses

Orientador: Prof. Dr. Fábio José Rodrigues da Costa

Orientação de projetos

2021 - 2022

Projeto: Onde estão as(os) artistas/professoras(es)/pesquisadoras(es) do componente curricular Arte/Artes Visuais dissidentes sexuais e de gênero?

Coordenador/orientador:

Fábio José Rodrigues da Costa

 

Estudantes de graduação:

Alessandro Pinto Nunes

 

Bolsas de Iniciação Cientifica

Fundação Cearense de Desenvolvimento

Científico e Tecnológico – FUNCAP

 

Sobre o projeto

O projeto de pesquisa “Onde estão as(os) artistas/professoras(es)/pesquisadoras(es) do componente curricular Arte/Artes Visuais dissidentes sexuais e de gênero?”, está vinculado a linha de pesquisa “Abordagens teórico-metodológicas das práticas docentes” do Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Artes – PROF-ARTES e a linha de pesquisa “Arte/Educação para uma educação dissidente” do Grupo de Pesquisa Ensino da Arte em Contextos Contemporâneos – GPEACC/CNPq do Centro de Artes da Universidade Regional do Cariri – URCA. As linhas de pesquisa convergem entre si, uma vez que se propõem ao desenvolvimento de pesquisas no campo epistemológico da Arte/Educação contemporânea que abriga diferentes abordagens teórico-metodológicas e que orientam as práticas docentes das(os) professoras(es) do componente curricular Arte nos diferentes níveis e modalidades da Educação Básica brasileira. Objetivo Geral: Cartografar as(os) artistas/professoras(es)/pesquisadoras(es) dissidentes sexuais e de gênero que exercem à docência na educação básica no Componente Curricular Arte/Artes Visuais na Educação Básica pública brasileira. Objetivos específicos: Cartografar as(os) artistas/professoras(es)/pesquisadoras(es) dissidentes sexuais e de gênero que exercem à docência na educação básica por regiões (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul); Aplicar instrumento de coleta virtual por região com uso do Google Formulários; Catalogar os dados e organizar banco de dados com as seguintes informações: região, estado, cidade, rede municipal, estadual ou federal, nível e modalidade de ensino, dissidente sexual (lésbica, gay, bissexual) e dissidência de gênero (travestis, transexuais e intersexuais); Analisar os dados coletados com base no campo epistemológico da Arte/Educação para uma educação dissidente, na Teoria Queer e na A/R/Tografia como abordagem teórico-metodológicas.

2020 - 2022

Projeto: Práticas Artísticas LGBTI+ nos Catálogos das Bienais de São Paulo

 

Coordenador/orientador:

Fábio José Rodrigues da Costa

 

Estudantes de graduação:

Carlos Henrique de David Geraldo

Ruan Pablo Bezerra de Souza

 

Bolsas de Iniciação Cientifica

Fundação Cearense de Desenvolvimento

Científico e Tecnológico – FUNCAP

Conselho Nacional de Desenvolvimento

Científico e Tecnológico - CNPq

 

Sobre o projeto

O projeto se insere na linha de pesquisa Arte/Educação para uma educação dissidente do Grupo de Pesquisa Ensino da Arte em Contextos Contemporâneos – GPEACC/CNPq em parceria com o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ensino da Arte do Departamento de Artes Visuais do Centro de Artes da Universidade Regional do Cariri – URCA. Tem por objetivos Mapear, cartografar e catalogar artistas LGBTI+ e suas práticas artísticas ao longo das edições da Bienal de São Paulo; Inserir estudantes da Licenciatura em Artes Visuais nos procedimentos da pesquisa sobre artes visuais e das bases conceituais e metodológicas da pesquisa baseada nas artes visuais; Colaborar com a pesquisa historiográfica da história das artes visuais LGBTI+ contemporâneas; Publicar catálogo online das(os) artistas LGBTI+, suas práticas artísticas e verbetes que passaram pelas edições da Bienal de São Paulo. A pesquisa se fundamenta nas Metodologias Artísticas e Educativas baseadas nas Artes Visuais.

2019 - 2020

Projeto: Artivismo LGBTI+ na América Latina e Utopias Pedagógicas

 

Coordenador/orientador:

Fábio José Rodrigues da Costa

 

Estudante de graduação:

Ruan Pablo Bezerra de Souza

 

Bolsa de Iniciação Cientifica

Conselho Nacional de Desenvolvimento

Científico e Tecnológico - CNPq

Sobre o projeto

Mapear e cartografar artistas LGBTI+ e suas práticas artísticas no contexto latino-americano a partir dos anos de 1960 do século XX. Inserir estudantes da Licenciatura em Artes Visuais nos procedimentos da pesquisa sobre artes visuais e das bases conceituais e metodológicas da cartografia baseada nas artes; Colaborar com a pesquisa historiográfica da história das artes visuais contemporâneas e da história do ensino das artes visuais no contexto latino-americano com base na a/r/tografia; Realizar estudo sobre o conceito de ativismo e artivismo nas artes visuais e no ensino de artes visuais a partir das práticas artísticas de artivistas LGBTI+ latino-americanos.

2018 - 2020

Projeto: Gay Power, Ensino de Artes Visuais e Utopias Pedagógicas na América Latina

 

Coordenador/orientador:

Fábio José Rodrigues da Costa

Estudante de graduação:

Carlos Henrique de David Geraldo

Victor Bezerra da Silva

Bolsa de Iniciação Cientifica

Fundação Cearense de Desenvolvimento

Científico e Tecnológico – FUNCAP

 

Sobre o projeto

Ao longo dos anos nos diferentes países latino-americanos foram surgindo importantes nomes da população LGBT que se tornaram ativistas políticos e artivistas com uma produção visual que passou e ainda passa ao largo das salas de aulas quando falamos de ensinar e aprender artes visuais. A ausência de pesquisas que cartografem a rica produção artística nas linguagens das artes visuais desses artistas tem contribuído para a manutenção de um conceito de artes visuais centradas nas “obras” de artistas heterossexuais, brancos, ricos, europeus ou estadounidenses. O projeto objetiva mapear artistas e produção visual em países da América Latina a partir dos anos 60 que se utilizando de uma prática artística se fizeram artivistas do movimento LGBTT. O projeto é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Ensino da Arte em Contextos Contemporâneos – GPEACC/CNPq, vinculado a linha de pesquisa Arte/Educação para uma educação dissidente em parceria com o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ensino da Arte – NEPEA do Departamento de Artes Visuais do Centro de Artes da Universidade Regional do Cariri – URCA.